Sumário

Apresentação

A língua literária portuguesa no século XVI: fatos linguísticos característicos
Evanildo Bechara

O poeta: por excelência o poliglota bechariano
Maria Helena de Moura Neves

O conto machadiano
Domício Proença Filho

Língua portuguesa, identidade nacional e lusofonia
José Luiz Fiorin

Mattoso Câmara e a língua literária
Carlos Eduardo Falcão Uchôa

Evanildo Bechara e as fases históricas da língua portuguesa
Rosalvo do Valle

O pronome na Moderna Gramática Portuguesa de Evanildo Bechara
Leonor Lopes Fávero e Márcia A. Guedes Molina

Aspectos da língua literária de Vieira no Sermão da sexagésima
Horácio Rolim de Freitas

A linguagem literária contemporânea no Brasil: a elaboração da oralidade
Dino Preti

A língua literária do século XVIII
Paulo Roberto Pereira

As gramáticas do português de Fernão de Oliveira (1536) e de Bento Pereira (1672)
Gonçalo Fernandes

Complementos verbais preposicionados na Moderna Gramática Portuguesa
Valter Kehdi

A língua literária contemporânea
Gilberto Mendonça Teles

Machado de Assis e a retórica da dissimulação
Castelar de Carvalho

Duas tendências da língua literária contemporânea do Brasil
Reginaldo Pinto de Carvalho

A língua literária e o ensino de português
Terezinha da Fonseca Passos Bittencourt

Alencar e Cândido Jucá
Walmirio Macedo

O Corpus literário na tradição gramatical brasileira
Ricardo Cavaliere

Resenha

Colaboradores deste número