Usos linguísticos contemporâneos: novos lexemas? Resultados de um inquérito

Helena Rebelo

Resumo


O futuro da Língua Portuguesa delineia-se no presente, sobretudo na escola. Na sequência de conferências em estabelecimentos de ensino para abordar o assunto, foi realizado um estudo sobre usos orais-escritos da língua. Aplicou-se um breve inquérito a alunos portugueses de 3.º Ciclo do Ensino Básico e esta ferramenta foi, igualmente, distribuída a estudantes universitários de 1.º Ciclo. Interessa observar as respostas obtidas para compreender que usos linguísticos predominam. Numa relação entre Gramática e Linguística, importa analisar os conhecimentos revelados por jovens usuários de uma língua com mais de 800 anos, que se vai moldando aos gostos dos falantes.

Texto completo:

PDF

Referências


CUNHA, Celso e CINTRA, Luís F. Lindley. Nova Gramática do Português Contemporâneo, Lisboa, Sá da Costa, 1995.

Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea. Academia das Ciências de Lisboa, Lisboa, Verbo, 2001.

Dicionário da Língua Portuguesa. Porto, Porto Editora, 2001.

Documentário “Idiomas do Mundo”, com a participação de CRYSTAL, David. disponível no YouTube em: https://www.youtube.com/watch?v=Ypx3a56YfdM, última consulta a 18-04-2016.

FERREIRA, Aurélio Buarque de H. Dicionário da Língua Portuguesa, Brasil, Editora Nova Fronteira, 1987.

HOUAISS, Antônio; VILLAR, Mauro de Salles. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Elaborado pelo Instituto Antônio Houaiss de Lexicografia e Banco de Dados da Língua Portuguesa S/C Ltda, Rio de Janeiro, Objetiva, 2001.

MACHADO, José Pedro. Grande Dicionário da Língua Portuguesa, Lisboa, Círculo de Leitores,1991.

REBELO, Helena. “O Processo de Bolonha, a Educação Liberal e a Criação da FCCSE «Desvio ou Erro»” in Universidade da Madeira: 25 anos, Veríssimo, N. e Santos, T. P. (eds.), Funchal, Universidade da Madeira, 2015, p. 305-330.

REBELO, Helena. Desvio ou Erro? Problemas na Escrita da Língua Portuguesa. Funchal, O Liberal, 2014.

SAUSSURE, Ferdinand de. Cours de Linguistique générale, Paris, Payot, 1985.

UNESCO, Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, Paris: ONU, 17-10-2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.18364/rc.v1i54.218

ISSN: 2317-4153 | Indexadores